Taça, parceira do vinho: saiba qual é a ideal para cada tipo

Dicas

Você que já experimentou tomar um vinho na taça ou no copo, percebeu alguma diferença? Assim como a xícara está para o café, o leite para o copo, o vinho está para a taça.

Cada vinho tem sua taça e isso pode parecer óbvio, mas ainda é curiosidade para vários amantes da bebida. Contudo, muito comum no mundo dos especialistas em vinhos, é que cada variedade pede um tipo diferente de recipiente.

O viticultor da Serra das GalésSebastião Ferro afirma que: “essa relação é importante para se aproveitar melhor o sabor e aroma da bebida. Isso proporciona uma experiência única. Portanto tomá-lo em um copo poderia não trazer a mesma sensação ao paladar e olfato”.

Sebastião Ferro ainda explica que “as partes da taça são pensadas estrategicamente para que possamos saborear o vinho da melhor maneira possível.

Ela é composta pela borda, que é mais afunilada para concentrar a dispersão dos aromas. O bojo, que é mais largo para facilitar a entrada de ar e o movimento giratório sem derramar. A haste, que serve para evitar contato com o bojo e aquecer a bebida com o calor das nossas mãos. Já a base tem a função de apoio para o conjunto.

Conheça as partes da taça

Tipos de taça

A cor também é algo a ser considerado. Ela deve ser translúcida e lisa para melhor observação da cor do vinho. Veja abaixo alguns tipos e já saiba qual utilizar:

Tipos de taça

Tudo isso é válido, mas não se deve deixar de apreciar um bom vinho pela falta da taça ideal. Sebastião Ferro garante: O bom mesmo é tomar o seu vinho preferido na ocasião desejada. Afinal, vinho é bom para o paladar e a alma.

Falar nesse assunto tão especial aguça os sentidos, não é mesmo?! Então conheça nossos produtose aproveite bem sua taça carregada de sabor.